CONHEÇA AS TRÊS FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEL MAIS UTILIZADAS NO BRASIL

COMPARTILHE:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O evidente desequilíbrio entre desenvolvimento econômico e meio ambiente vem sendo discutido há algum tempo por especialistas ambientais e cientistas. Entre os fatores que contribui para esse desequilíbrio está o uso de energias não renováveis, com recursos limitados, isso porque fazem uso de recursos presentes na terra.

Uma saída eficiente e sustentável para esse problema são as energias renováveis. Elas são recursos naturais considerados inesgotáveis e usados para geração de energia. As fontes energéticas renováveis trazem diversas vantagens em seus usos, pois agridem minimamente o meio ambiente, se comparadas às fontes convencionais de energia.

O uso de energias renováveis colabora ainda para a diminuição das mudanças climáticas, impactos ambientais e danos à saúde. Estudos apontam que as emissões poluentes associadas a essa categoria, são mínimas. As fontes de energia renováveis possibilitam um desenvolvimento sustentável e socioeconômico, já que a transição para um sistema energético baseado em tecnologias renováveis, resulta em consequências positivas no desenvolvimento sustentável, proporcionando mais oportunidades em eficiência energética, desenvolvimento social e econômico, democratização da energia e poder de escolha, assim como investimentos em inovações sustentáveis para um futuro melhor.

 

As mais usadas no Brasil

 Entre os exemplos de fontes de energia renováveis estão a luz do sol (energia solar), os ventos (energia eólica), a água (energia hídrica), as marés (energia maremotriz), as ondas do mar (energia ondomotriz), o calor da terra (energia geotérmica) e a biomassa como combustível. No entanto, no Brasil três tipos são usados: energia solar, biomassa e energia eólica.

Energia solar: Sua produção se dá a partir do aproveitamento da luz do sol por meio de painéis fotovoltaicos ou sistemas heliotérmicos. Com alta possibilidade de economia e retorno de investimento, os sistemas fotovoltaicos vêm sendo instalados em residências e indústrias a fim de reduzir as tarifas na conta de luz, uma vez que a energia produzida e armazenada pelo sistema pode ser utilizada diretamente para o próprio consumo dos usuários e ainda injetado na rede da distribuidora gerando crédito ao consumidor.

Energia eólica: Os parques eólicos aproveitam o potencial de força do vento para transformar, armazenar e distribuir eletricidade, sendo responsável por cerca de 8% da energia gerada no país. Suas turbinas funcionam como uma espécie de cata-vento, que giram e geram energia elétrica. Com a abundância de ventos o ano inteiro, o Brasil é líder no mercado sul americano em geração de energia eólica, sendo os estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Rio Grande do Norte e Bahia são os principais produtores.

Energia biomassa: Responsável por cerca de 9% do abastecimento de energia elétrica no Brasil, a biomassa é toda matéria orgânica de origem vegetal ou animal, utilizada na produção de energia. Essa matéria orgânica pode ser feita da decomposição de plantas, madeira, resíduos agrícolas e restos de alimentos, por exemplo.

A equipe técnica da Geotrópico está qualificada para ajudar no processo de licenciamento das principais energias renováveis. Entre em contato e solicite um orçamento.

Ver