Recuperação de Áreas Degradadas

COMPARTILHE:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

A recuperação de áreas degradadas está intimamente ligada à ciência da restauração ecológica. Restauração ecológica consiste em um o processo de auxílio ao restabelecimento de um ecossistema que foi degradado, danificado ou destruído. Um ecossistema é considerado recuperado – e restaurado – quando contém recursos bióticos e abióticos suficientes para continuar seu desenvolvimento sem auxílio ou subsídios adicionais.

A recuperação de áreas degradadas tem por objetivo fornecer ao ambiente degradado, condições favoráveis a reestruturação da biodiversidade em ambiente que não tem condições físicas, químicas e/ou biológicas de regenerar-se por conta própria. Através de intervenções no terreno, tais como a construção de terraços, banquetas, etc., ou ainda, da implantação de espécies vegetais, podemos conduzir a recuperação de uma área degradada.

Área degradada:

  • Aquela que, após o distúrbio, teve eliminado, juntamente com a vegetação, os seus meios de regeneração bióticos, como o banco de sementes, banco de plântulas, chuvas de sementes e rebrota, apresentando baixa capacidade de voltar ao seu estado anterior.
  • Áreas estragadas ou desgastadas, ou seja, áreas que perderam boa parte ou toda sua capacidade produtiva.
  • Redução da quantidade e qualidade da capacidade atual e futura do solo para produção vegetal.
  • Aqueles cujas ações do homem modificaram o ecossistema de tal maneira que os mecanismos naturais são perdidos e, por isso, há necessidade de nova intervenção humana para reversão da situação presente.

Degradada – sofreu distúrbios intensos por isso NÃO POSSUI meios de regeneração natural.

Perturbada – sofreu distúrbios de menor intensidade por isso POSSUI meios de regeneração natural.

Podemos conduzir a recuperação de uma área degradada através de um Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD).

Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) é solicitado pelos órgãos ambientais como parte do processo de licenciamento de atividades degradadoras ou modificadoras do meio ambiente.

Dessa forma, a Geotrópico pode te ajudar ao realizar planos detalhados para compensação ambiental, englobando todo o processo, desde a elaboração do Projeto de Recomposição Florística; passando pelo planejamento, escolha das mudas, preparação e plantio, até o acompanhamento do desenvolvimento das mesmas. Além disso, a Geotrópico também conta com um cadastro de áreas viáveis mapeadas para compensação ambiental desenvolvidas em conjunto com todos os estudos necessários.

O que é a Compensação Ambiental

A compensação ambiental está prevista na Legislação Ambiental e deve ser cumprida pelos responsáveis por qualquer tipo de empreendimento que possa causar um impacto ambiental na área de sua construção, como em terrenos de grandes fábricas e hidrelétricas, entre outros.

Em outras palavras, a finalidade da compensação é fazer com que o empreendimento arque com o abrandamento ou o reparo de impactos ambientais decorrentes do processo de Licenciamento Ambiental do empreendimento.

A Geotrópico é uma empresa que atua no setor do meio ambiente oferecendo aos seus clientes, através de sua equipe multidisciplinar altamente capacitada, soluções ambientais integradas e inovadoras que garantem, de forma eficaz e segura, a compatibilização de empreendimentos industriais, rurais, comerciais ou imobiliários, perante as Leis e Normas Ambientais.

Para conseguir um Plano de recuperação de áreas degradadas (PRAD) eficiente e adequado ao seu projeto, conte com o apoio da Geotrópico.

Ver